1 de janeiro de 2017

Desafio cumprido! #30DiasDeHandLettering

Há alguns meses atrás, me interessei pelo hand lettering através dos vídeos da Aline Albino e Marina Viabone. Mostrei para a Ana Laura, minha filha de 10 anos, que ama desenhar. Em poucos dias ela já tinha assistido a todos os vídeos, se apaixonou pela técnica e começou a praticar. Em Novembro a Aline divulgou o desafio e a Ana Laura ficou toda empolgada e me pediu para participar com ela. Achei que seria difícil fazer os 30 dias, mas topei o desafio. E não é que deu? 
Mesmo sem nunca ter feito hand lettering, foi através dessa técnica que resgatei minha paixão pelo desenho, de muitos (muitos mesmo!) anos atrás. Aprendi tanto, que quero dividir com vocês:
- As artes diárias eram, na verdade, momentos de reflexão. TODAS as frases tinham a ver com o meu dia ou com a fase de vida que estou passando. Se você viu todos, você me conheceu um pouco mais. 
- O processo criativo começava, às vezes pela frase, às vezes pelo material, às vezes simplesmente não começava... rs. Ia fazer outra coisa, procurava outra frase, fazia rascunhos, até que a ideia surgisse. E com isso aprendi que a criatividade também é um exercício diário e muito mais transpiração do que inspiração.
- Tinhas dias que eu não estava a fim de fazer, mas eu tinha assumido um compromisso, não só comigo, mas também com vocês aqui. ;-)
- A composição do lettering, de acordo com o contexto da frase, assim como a produção fotográfica, fazem muita diferença no impacto que a arte causa. 
- Experimentei muitos materiais novos (a maioria emprestados da Ana Laura...rs). E AMEI usar aquarela e pincel! A caneta de caligrafia também foi uma grata surpresa, pela facilidade em usar.
- Com o passar dos dias, o tempo em que fazia os letterings reduziu drasticamente. Ufa!
- Algumas artes eu amei, outras nem um pouco. Mas, pela primeira vez, não tive vergonha de postar e me 'expor'. Afinal, é um processo contínuo de aprendizagem (e isso foi uma evolução interna grande, pois o perfeccionismo me condena).
- Cada curtida, cada comentário e cada compartilhamento fizeram muita diferença e foram um grande estímulo pra mim.
- O ano de 2016 foi um ano muito difícil, mas o hand lettering trouxe mais leveza para o meu dia-a-dia nessas últimas semanas.

Obrigada Aline Albino pela iniciativa do desafio! Obrigada Ana Laura, por me convidar a participar com você! Obrigada a todos vocês que curtiram e comentaram!

E se você não conseguiu acompanhar, fiz um vídeo com todas as artes, para registrar o desafio. Clique na imagem abaixo para ver! Espero que te inspire a experimentar coisas novas nesse ano que está apenas começando! 

Feliz 2017!!!





Nenhum comentário:

Postar um comentário